Início Opinião As vozes extremas

As vozes extremas

Wendi Song*

Liu Yu, professora associada que trabalha para o Departamento de Política da Universidade de Tsinghua, explicou numa entrevista recente porque considera que as “vozes extremas” são mais inflamatórias.

“As vozes extremas não são necessariamente mais comercializáveis, são apenas mais combativas”, diz Liu, “Porque quanto mais extrema é a voz, mais clara e apaixonada é, e é fácil formar a ideia de grupos de pares. Uma vez formado um grupo, mesmo que seja um grupo informalmente organizado, desde que formem um impulso de movimento coletivo, a sua força crescerá geometricamente”, explicou Liu Yu.

Leia mais em chinês no PLATAFORMA.

*Jornalista

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!