Filho de Bolsonaro admite que assessor lhe pagava despesas pessoais - Plataforma Media

Filho de Bolsonaro admite que assessor lhe pagava despesas pessoais

Senador filho do presidente da República falou sobre o caso em entrevista ao jornal O Globo.

Em entrevista ao jornal O Globo, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) admitiu que Fabrício Queiroz, seu ex-assessor na Assembleia Legislativa do Rio, pagava suas contas pessoais.

Mas, segundo o filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a origem desse dinheiro é lícita, sem nenhuma ligação com possíveis desvios investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro em esquema de “rachadinha” em seu antigo gabinete na Assembleia.

Queiroz, que é policial militar aposentado e ex-assessor do atual senador, foi preso no dia 18 de junho em um imóvel do advogado Frederick Wassef, responsável pelas defesas de Flávio e do presidente, em Atibaia (interior de São Paulo).

Queiroz e Jair Bolsonaro se conheceram no Exército e são amigos há mais de 30 anos. Foi por meio de Jair que o ex-assessor ingressou no gabinete de Flávio.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Assine nossa Newsletter

Vale a pena ler...
Justiça intima filho de Bolsonaro a depor sobre caso que envolve ex-assessor