Obrigado Macau - Plataforma Media

Obrigado Macau

Dois anos é muito tempo: muita alma penada e muitas noites mal dormidas. Mas é também um percurso de alegria, de exaltação, de energia da criação e de prova de vida. Quando o PLATAFORMA se estreou nas bancas (16/05/2014), ainda em formato broadsheet, o plano era diferente, bem como as circunstâncias, a composição acionista e os companheiros desta aventura. Chegados à centésima edição, acreditamos ainda mais no bilinguismo e na oportunidade de Macau ser ponte de ligação entre a China e a Lusofonia; mas somos também adeptos da integração regional, da diversificação económica, do MICE e das indústrias criativas.

Estamos hoje muito melhor acompanhados, por leitores, fontes e anunciantes; mas também pela opinião pública e pelo mindset institucional. Este projeto cresce porque a cidade o adota, entendendo que, afinal, é também esse o seu caminho. Obrigado a todos, em especial aos que sabem que, sem eles, nada disto teria sustentabilidade. 

O futuro está aí à porta. Abraçamos o que aí vem com vontade de fazer mais e melhor. Por um lado, recuperando planos suspensos pelas vicissitudes do caminho; por outro, evoluindo com o que fomos aprendendo que é preciso mudar. O próximo ciclo será marcado pelo reforço no domínio da língua e da cultura mediática chinesa; mas também por novas apostas no mundo digital e na internacionalização, seguindo a experiência do suplemento publicado no Jornal de Notícias, em Portugal. Mas há também outros projetos na calha, com modelos de negócio complementares à marca projetada pelo jornal.

No início tudo isto parecia um sonho; meses depois, parecia mesmo impossível; dois anos passados, a realidade prova que há espaço para inovar e diversificar. Macau é um mercado muito especial, que recusa todos os cânones incontornáveis em qualquer outro mercado; mas permite, como nenhum outro, que projetos como este nasçam, cresçam e apareçam. É um prazer enorme estarmos aqui e sermos o que queremos ser. Obrigado Macau. Que sejamos felizes por muitos e muitos anos.

Paulo Rego

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Opinião

O caminho da montanha

Assine nossa Newsletter