PDM VAI MUDAR A PRAIA - Plataforma Media

PDM VAI MUDAR A PRAIA

 

Investimentos públicos e privados de 2.572 milhões de dólares nos próximos 12 anos estão previstos para o Plano Diretor Municipal (PDM) da Cidade da Praia.

 

O PDM, aprovado já pela câmara praiense, prevê, entre outros projetos, a construção de 98 escolas para os diversos escalões de ensino e equipamentos de saúde, segurança e proteção civil, desportivos, culturais, públicos, institucionais, religiosos, viadutos e redes viárias.

“É um exercício que vale o que vale, mas o PDM tem esse propósito de apresentar um conjunto de propostas devidamente orçamentadas”, explicou à Inforpress Rafael Fernandes, vereador local, indicando que, para o implementar, será necessário criar uma sociedade de desenvolvimento que precisará de 164 mil contos (1,9 milhões de dólares) para funcionar nas “diversas Praias” atualmente existentes.

Rafael Fernandes informou que o documento já foi aprovado pela Assembleia Municipal da edilidade da capital cabo-verdiana, que o remeteu para o Ministério do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, para homologação e posterior publicação no Boletim Oficial.

O vereador disse acreditar que o PDM vem dar resposta às necessidades de desenvolvimento e crescimento da cidade de mais de 100 mil habitantes (130 a 150 mil com a população flutuante), que tem uma densidade populacional de 866 pessoas por quilómetro quadrado (km2) na área urbana, e 92 na rural.

O maior desafio da Cidade da Praia, disse, é a ocupação clandestina, indicando a orientação do PDM para a “tolerância zero” às novas construções clandestinas e a diretiva de contenção do que está feito até agora, seguindo-se a requalificação dos bairros existentes e a regularização das construções com posse de propriedade.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter