Início Manchete Netanyahu admite que Exército israelita matou “sem querer” trabalhadores humanitários

Netanyahu admite que Exército israelita matou “sem querer” trabalhadores humanitários

O primeiro-ministro reitera que o incidente será objeto de uma investigação exaustiva e diz que estas coisas "acontecem na guerra".

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, admitiu esta terça-feira que o Exército israelita matou “sem querer” sete trabalhadores humanitários da organização World Central Kitchen (WCK), na madrugada de hoje na Faixa de Gaza.

“Infelizmente, no último dia houve um caso trágico em que as nossas forças atingiram involuntariamente pessoas inocentes na Faixa de Gaza”, disse Netanyahu numa mensagem de agradecimento à equipa de saúde que o operou a uma hérnia no domingo, depois de ter tido alta.

Leia mais em TSF

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!