Início » Mulheres ainda ganham 21% a menos que homens

Mulheres ainda ganham 21% a menos que homens

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou pesquisa “Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil”, que mostra que a desigualdade de salários entre homens e mulheres segue alta no Brasil. Levando em conta a média das profissões, as mulheres ainda ganham 21,1% a menos que os homens.

Em 2022, o rendimento delas foi, em média, equivalente a 78,9% do recebido por homens. No início da série histórica do IBGE, em 2012, essa razão era estimada em 73,5%.

O rendimento habitual médio dos homens em 2022 foi de R$ 2.920 mensais enquanto o das mulheres foi de R$ 2.303. O estudo também mostra a desigualdade nas profissões e grupos ocupacionais. Entre diretores e gerentes, as mulheres ganham 73% do salário de um homem. A maior disparidade foi verificada entre os profissionais das ciências e intelectuais, grupo em que as mulheres receberam 63,3% do rendimento dos homens.

Leia mais em Istoé

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!