Início Editorial Mira em Hengqin

Mira em Hengqin

Guilherme Rego*

Os primeiros cinco dias do Ano Novo Chinês fecharam com uma média diária de quase 180 mil visitantes. A continuar assim, pode ser que quando este editorial for publicado, estejamos a olhar para uma das melhores semanas douradas de sempre, rivalizando (ou mesmo ultrapassando) com resultados pré-pandemicos. A preparação para esta época festiva resulta de um grande esforço por parte das entidades públicas e privadas, que têm também aproveitado para promover zonas antigas da cidade, normalmente fora dos holofotes.

Em suma, 2024 parece o ano da retoma do turismo e também das receitas de jogo. Com a relevância que a diversificação das receitas assume na nova era, Macau também está a tornar-se numa cidade mais interessante para se viver e visitar.

O problema são os preços. Segundo as estatísticas mais recentes, fazer turismo em Macau nunca foi tão caro. E a pouca oferta de alojamento de baixo custo torna praticamente impossível a estadia daqueles com menor flexibilidade financeira. O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, já havia alertado para essa tendência no ano passado, pedindo um investimento em hotéis de 3 ou 2 estrelas para equilibrar a oferta. Porém, representantes da indústria dizem que não há incentivo para desenvolver alojamento de baixo custo, porque os resorts integrados vão sempre ditar o preço tabela.

Por isso, em pleno Ano Novo, Ho Iat Seng aponta para Hengqin, e vê aí a solução para a cidade estar aberta a todos. Representantes da indústria vieram logo pedir cautela ao Chefe do Executivo, receando uma quebra no crescimento local, caso se comece a desviar o fluxo turístico propositadamente. Mas Hengqin é isto: o que não se conseguir desenvolver em Macau, acabará por ser feito na Zona de Cooperação.

*Diretor-Executivo do PLATAFORMA 

 

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!