Início Eleitos Equilibrar a procura por estacionamento público

Equilibrar a procura por estacionamento público

Lei Leong Wong, Aliança de Povo de Instituição de Macau

A Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) anunciou o aumento das taxas de estacionamento em sete parques públicos, com o objetivo de reduzir a ocupação prolongada, incentivar o uso de outros parques de estacionamento e melhorar o tráfego rodoviário.

Após o anúncio das medidas, muitos residentes questionaram a decisão, preocupados com o aumento das tarifas. Receiam também que os parques privados aumentem os preços.

Apesar de várias medidas de apoio aos residentes continuarem no próximo ano, a situação económica global ainda não voltou aos níveis pré-pandémicos. Há a preocupação de que esta ação do Governo acrescente custos de transporte e pressão financeira à maioria das pessoas, e que esta não é uma abordagem apropriada, considerando o contexto atual.

A taxa de ocupação em quatro dos sete parques visados, nomeadamente Pak Wai, Vasco da Gama, Edifício Cheng Chong e Pak Vai, varia entre 89 a 97 por cento para veículos ligeiros. Nos restantes – Alameda Dr. Carlos d’Assumpção, Qingmao e Nam Van – variam entre os 44 a 65 por cento.

O Governo pode alcançar o mesmo objetivo reduzindo os preços dos parques de estacionamento com menor ocupação, via incentivos e apoios. Pede-se à Administração que suspenda este aumento e que faça um ajuste descendente dos preços dos parques públicos com menor ocupação.

No passado, muitos parques públicos introduziram espaços de estacionamento de reserva mensal. Concordamos com a sugestão de planear turnos diurnos e noturnos, e ajustar as horas de uso das reservas mensais para proteger o direito do público de usufruir do espaço durante o dia e garantir que à noite os motoristas têm o lugar reservado. Especificamente, devem ser efetuadas melhorias nos parques públicos com alta taxa de reservas mensais, para aumentar a mobilidade nos parques e equilibrar a procura por estacionamento.

Além disso, atualmente há mais de 128.000 motociclos em Macau, mas só existem cerca de 50.000 espaços de estacionamento para as mesmas nos parques e vias públicas. Mesmo com a adição de 25.000 espaços de estacionamento para motociclos em edifícios residenciais e industriais/comerciais, a procura ainda é muito alta.

No entanto, as taxas de ocupação em muitos parques públicos é extremamente baixa, e no que toca a motorizadas chega às vezes apenas aos 2 ou 3 por cento. No passado, foi repetidamente proposto que o Governo deveria incentivar as pessoas a fazer melhor uso dos parques públicos através da redução ou isenção dos preços em parques com baixas taxas de ocupação.

O Governo deve agir de acordo com a situação atual, caso contrário, continuará a criar uma situação desvantajosa para todos: desperdiça recursos públicos de estacionamento, reduz a receita pública, aumenta a pressão nas vias públicas, falha no combate ao estacionamento ilegal e não resolve a insatisfação dos residentes.

Aliança de Povo de Instituição de Macau

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!