Novo ataque aéreo da Rússia a Kiev após Ano Novo mortífero

por Gonçalo Lopes

“Fiquem nos abrigos!”, instou, na plataforma digital Telegram, o dirigente da administração militar da cidade de Kiev, Serguiï Popko, depois de anunciar que “12 alvos aéreos da capital foram destruídos a partir do ar”.

“Todos os serviços de emergência foram acionados”, escreveu, por seu lado, o presidente da câmara de Kiev, Vitali Klitshcko, que relatou a ocorrência de explosões no bairro de Desnyanskyi, no nordeste da capital, acrescentando que um jovem de 19 anos ficou ferido por estilhaços de vidro e foi transportado para o hospital.

Bombardeamentos ocorridos pouco antes e após a passagem de ano para 2023, a Kiev e mais sete regiões, tinham já feito pelo menos quatro mortos e 50 feridos, segundo as autoridades ucranianas.

Por sua vez, Moscovo afirmou ter atingido instalações de fabrico de drones (aeronaves não-tripuladas).

Leia mais em Jornal de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!