Sonangol já tem projectos para atingir dez por cento da produção petrolífera

por Viviana Chan
Jornal de Angola

O presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Gaspar Martins, revelou, esta quinta-feira, que a empresa já deu passos importantes para alcançar os dez por cento da produção petrolífera nacional e que estão identificados os projectos que vão dar sustentabilidade a esta meta em 2023.

Em declarações à Rádio Nacional de Angola, Gaspar Martins disse que no decurso deste ano, a Sonangol fez com que esta meta se tornasse ainda mais evidente com aumento de projectos de exploração e produção. “Queremos chegar aos dez por cento em 2023”, reforçou. 

“Em 2023 vamos realizar num primeiro poço de concessões petrolíferas que temos para a nossa responsabilidade de operação no Bloco 11 ou 12 ou no mar profundo onde também operamos”, vincou o presidente do Conselho de Administração da Sonangol.

Aumento da capacidade

Neste particular, Gaspar Martins informou que a Sonangol aumentou para 500 mil metros cúbicos a capacidade de armazenamento de derivados de petróleo, tendo sublinhado também a conclusão das obras das refinarias de Cabinda e do Soyo. 

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!