China envia vice-presidente para a posse de Lula da Silva como PR do Brasil

por Viviana Chan
Lusa

O vice-presidente chinês Wang Qishan vai liderar a delegação para a posse, no domingo, de Lula da Silva como Presidente brasileiro, com o objetivo de dar “um novo impulso” à parceria entre as duas potências, anunciou Pequim.

O anúncio foi feito hoje em Pequim pelo vice-diretor do Departamento de Informação do Ministério de Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, que descreveu Brasil e China como “grandes países em desenvolvimento e importantes mercados emergentes” e “parceiros estratégicos abrangentes um do outro”.

“A natureza abrangente e estratégica da nossa parceria tem-se tornado cada vez mais pronunciada e a sua influência global está continuamente a aumentar”, frisou.

“Acreditamos que esta visita irá dar um forte impulso à nossa parceria estratégica abrangente e levá-la a novas alturas, proporcionando mais benefícios tanto para os países como para os povos e contribuindo para a paz, estabilidade e prosperidade regional e global”, sublinhou o responsável chinês.

De acordo com a equipa de Lula da Silva, no dia 01 de janeiro de 2023, em Brasília, deverão estar representadas pelo menos 65 delegações estrangeiras, entre os quais chefes de Estado, vice-presidentes, chefes da diplomacia, enviados especiais e representantes de organismos internacionais.

Representados ao mais alto nível estarão pelo menos 19 países: Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Alemanha, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Honduras, Paraguai, Peru, Suriname, Togo, Uruguai e o rei de Espanha.

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!