A despedida do outono

A despedida do outono

Com o fim do Outono, foi anunciado no dia 20 de outubro o encerramento do Macau Concealers. A suspensão abrupta deste jornal satírico deixou-me triste. A presença do jornal tem vários anos e tinha um grupo estável de leitores leais. É de lamentar o seu desaparecimento.

Como resultado da pandemia, todas as indústrias foram influenciadas – a economia da Região entrou em recessão – e uma parte da população perdeu o seu emprego e rendimentos. Os media não são exceção, lutando para conseguir sobreviver, mesmocom falta de apoios financeiros e pressão externa. Por isso é que
a suspensão de atividade deste jornal, apesar de repentina, não foi muito surpreendente.

O jornalismo, como quarto poder, fiscaliza o Governo, dá voz à população, sensibiliza para certas questões sociais e ajuda ainda as autoridades na tomada de decisões mais sábias. Os media assumem esta função porque amam a cidade onde vivem, a sua sociedade, todos os que os rodeiam, e não têm medo de lutar contra nada nem ninguém. É o seu amor pela comunidade, tão forte, que faz com que assumam esta responsabilidade. Não são capazes de ver a sociedade a deteriorar-se. Desde que um jornal apresente argumentos válidos, não deve ser criticado ou rejeitado pela posição que assume.

Gostava assim de tomar a liberdadede agradecer e prestar homenagem ao Macau Concealers, por ter prestado serviço a Macau ao longo dos anos, chamando a atenção para vários problemas. Gostava também de agradecer a todos os meus colegas que se dedicam a trabalhar neste mundo dos media, graças a vós a nossa sociedade consegue ter mais do que uma voz e conseguimos abraçar o multiculturalismo e construir um futuro melhor para a Região.

*Diretor-Executivo do PLATAFORMA

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
Editorial

Olhar de outro ângulo para ver um mundo diferente

Editorial

O contrário do que desejavam

Editorial

Amabilidade durante a pandemia

Editorial

A importância da tradução

Assine nossa Newsletter