Prémio Booker revela 13 nomeados para edição de 2021

Prémio Booker revela 13 nomeados para edição de 2021

A lista dos 13 livros nomeados para o prémio Booker inclui obras de Kazuo Ishiguro, Rachel Cusk, Patricia Lockwood e Anuk Arudpragasam, anunciou hoje o galardão que distingue o melhor livro de ficção publicado em inglês no Reino Unido

Dos 13 autores nomeados para a chamada “lista longa” do Booker deste ano cinco já tinham integrado listas em edições anteriores: Damon Galgut, que este ano entra na lista com “The Promise”, o Nobel da Literatura Kazuo Ishiguro, que concorre com “Klara e o Sol” (já editado em Portugal pela Gradiva) e venceu a edição de 1989 com “Os Despojos do Dia”, Mary Lawson, que apresenta “A Town Called Solace”, Richard Powers, que assinou “Bewilderment”, e Sunjeev Sahota, autor de “China Room”.

Para além dos cinco nomes que já antes tinham sido reconhecidos pelo Booker, encontram-se nomeados Anuk Arudpragasam, com “A Passage North”, Rachel Cusk, por “Second Place”, Nathan Harris, com “The Sweetness of Water”, Karen Jennings, pelo livro “An Island”, Patricia Lockwood, por “No One is Talking About This”, Nadifa Mohamed, com “The Fortune Men”, Maggie Shipstead, com “Great Circle”, e Francis Spufford, por “Light Perpetual”.

O júri da edição deste ano do Booker foi presidido pela historiadora Maya Jasanoff e composto também pela escritora e editora Horatia Harrod, pela atriz Natascha McElhone, pelo escritor Chigozie Obioma e pelo antigo arcebispo da Cantuária Rowan Willians.

Em comunicado, Jasanoff afirmou que “uma coisa que une estes livros é o seu poder para absorver o leitor numa história pouco habitual e fazê-lo com uma voz distintiva”.

A organização realça que os livros de Nathan Harris e Patricia Lockwood são as estreias dos autores no romance.

Vários dos autores agora nomeados têm livros publicados em Portugal, de Rachel Cusk a Richard Powers, passando por Maggie Shipstead, Damon Galgut e Kazuo Ishiguro, mas o único título da lista já disponível no mercado nacional é o do vencedor do Nobel da Literatura de 2017.

A lista de 13 obras foi escolhida a partir de 158 livros publicados no Reino Unido ou na Irlanda entre outubro do ano passado e setembro deste ano, estando o anúncio dos finalistas marcado para 14 de setembro.

O livro vencedor do prémio no valor de 50 mil libras (58,6 mil euros) vai ser revelado numa cerimónia que vai decorrer em Londres, no dia 03 de novembro.

Related posts
MundoPolítica

UE sem informação sobre pacto entre Reino Unido, EUA e Austrália

EconomiaMundo

Greenpeace acusa Londres de ignorar acordo climático

Mundo

Reino Unido negoceia com talibãs saída de nacionais e aliados

CulturaLusofonia

Festival da Palavra une livrarias de Portugal, Brasil e Cabo Verde

Assine nossa Newsletter