Embaixador chinês adverte que violência no Myanmar pode levar à guerra civil

Embaixador chinês adverte que violência no Myanmar pode levar à guerra civil

Zhang Jun, que representa a China nas Nações Unidas, voltou a apelar ao diálogo entre as principais forças do país asiático, indo ao encontro da mensagem do Conselho de Segurança da ONU para que se acabe com a violência e se dê início a conversações na antiga Birmânia

O embaixador da China na ONU pediu esforços diplomáticos mais fortes para resolver o conflito em Myanmar e avisou que mais violência pode levar “mesmo a uma guerra civil”.

Se a tensão aumentar “haverá mais confrontos, e com mais confrontos haverá mais violência, e com mais violência haverá mais baixas, e então poderemos ir mais longe na direcção errada”, frisou Zhang Jun, na segunda-feira.
“Pode também significar uma situação caótica em Myanmar [antiga Birmânia] e mesmo uma guerra civil”, advertiu o diplomata.

Myanmar é palco de manifestações contra a junta militar, no poder desde o golpe de 1 de Fevereiro, e confrontos entre manifestantes e forças de segurança.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
MundoSociedade

Myanmar: Jornalista condenado a três anos de prisão por cobrir protestos

MundoPolítica

200 ONG pedem ao Conselho de Segurança da ONU embargo de armas ao Myanmar

MundoSociedade

Myanmar: Militares proíbem televisão por satélite e ameaçam com um ano de prisão

MundoPolítica

Embaixadas de mais de 15 países pedem libertação de jornalistas em Myanmar

Assine nossa Newsletter