Pensar... decidir e agir - Plataforma Media

Pensar… decidir e agir

Quanto vale uma obra de arte, um automóvel, um banal objeto decorativo ou um bem de consumo essencial? Nada! A resposta, dada por qualquer professor de economia, espanta ao primeiro impacto um aluno impreparado, até que se renda à evidência seguinte. O que lhe dá valor é o movimento. Tem de ir daqui para ali, ser transacionado, haver quem queira vender por um valor aceite pelo comprador… Completada a transação, esse valor é real. É a economia… diria o outro. Parada não existe. Não vale nada nem cria mais valia.

Macau é um paraíso sanitário. E isso vale muito. Do ponto de vista da saúde pública e, até, no que respeita a oportunidades coletivas e individuais – assim haja economia. A notícia da falência do clube campeão nacional de futebol na China diz bem do estado da arte numa indústria milionária, símbolo da retração que afeta todo o mundo – e à qual não escapa mesmo a economia muito particular e centralizada da segunda – e futura primeira – maior economia do mundo.

Este é o tempo de pensar, assumir e comunicar. Para ganhar o tempo de agir.

Macau decidiu esperar. A presciência com que o fez rendeu frutos, do ponto de vista da segurança sanitária. Mas o futuro não cai do céu aos trambolhões. A diversificação económica, a integração regional, a promoção das redes sino-lusófonas requer visão, planeamento, e competência estratégica.

Os custos dramáticos da pandemia são seguros e reais. Como é a oportunidade que se segue. Como é apanágio de economias centralizadas, modelo do qual Macau se aproxima, dada a dinâmica da sua nova realidade política, saber o que vai acontecer, como se vai fazer, e quais são os eixos estratégicos em que o Estado e os investidores privados se devem mover faz parte das vantagens competitivas em relação a outras realidades um pouco por todo o mundo.

É preciso ver, preparar, assumir, conduzir os agentes económicos a posições estratégicas úteis e funcionais. Este é o tempo de pensar, assumir e comunicar. Para ganhar o tempo de agir.

*Diretor-Geral do Plataforma

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
Editorial

Pressão internacional

Editorial

O arrependimento é sublime

Editorial

E tudo o tempo mudou

Editorial

Era social

Assine nossa Newsletter