Primeira vereadora negra de Curitiba recebe ameaça de morte igual à enviada a outras políticas - Plataforma Media

Primeira vereadora negra de Curitiba recebe ameaça de morte igual à enviada a outras políticas

Ataques racistas e homofóbicos, que parecem ser orquestrados, são investigados pela Polícia Civil

O email recebido pela primeira mulher negra eleita vereadora em Curitiba, Carol Dartora (PT), neste domingo (6) começa com “sua aberração. Macaca fedorenta, cabelo ninho de mafagafos, cara de favelada!” e segue com uma ameaça de morte, de “meter uma bala na sua cara”.

É a mesma mensagem recebida por ao menos outras três políticas recém-eleitas, em um ataque que parece orquestrado: a primeira mulher prefeita de Bauru (SP), Suéllen Rosim (Patriota), e a primeira vereadora negra de Joinville (SC), Ana Lúcia Martins (PT).

Além de Duda Salabert (PDT), a primeira vereadora trans e a mais votada no pleito, em Belo Horizonte —mas, no seu caso, o xingamento racista deu lugar ao transfóbico, chamando-a de “pedreiro de peruca”.

“Eu juro, mas eu juro que vou comprar uma pistola 9 mm no Morro do Engenho, aqui no Rio de Janeiro, e uma passagem só de ida para [Curitiba, Bauru, Joinville ou Belo Horizonte] e vou te matar. Eu já tenho todos os seus dados e vou aparecer aí na sua casa”, ameaça o remetente da mensagem, que em seguida cita o endereço de cada uma.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Investigação da PJ provou ódio racial no homicídio de Bruno Candé

Cabo VerdeLifestyle

Primeira bailarina negra na Staatsballet Berlim luta contra o racismo no 'ballet'

BrasilSociedade

Juízes negros brasileiros unem-se contra desigualdade racial nos tribunais

BrasilDesporto

Funcionários denunciam suposto caso de racismo e assédio moral no Santos

Assine nossa Newsletter