França suspende polícias após agressão brutal a produtor musical negro que durou 20 minutos - Plataforma Media

França suspende polícias após agressão brutal a produtor musical negro que durou 20 minutos

O caso de alegada agressão policial a um homem negro ocorre no meio da controversa aprovação de um projeto de lei que criminaliza a gravação de ações das forças de segurança em França

Dois dias depois da Assembleia Nacional Francesa aprovar uma lei que prevê punições a quem filmar policiais em ação, quatro agentes foram suspensos nesta quinta-feira (26) por agredirem brutalmente um produtor musical negro em seu próprio estúdio, em uma região nobre de Paris —o caso só veio à tona porque o circuito de câmeras do local registrou a agressão.

A violência ocorreu no último sábado (21), mas as imagens só foram divulgadas nesta quinta pela agência digital de notícias Loopsider. O vídeo, que já conta com mais de 12 milhões de visualizações, mostra três policiais tentando, a princípio, imobilizar o produtor Michel Zecler.

Poucos minutos depois, entretanto, os agentes começam a dar socos, chutes e golpes de cassetete em Zecler, que aparece tentando se proteger. Em um determinado momento, uma porta dentro do estúdio se abre e colegas do produtor vêm em seu auxílio e conseguem empurrar os policiais para fora do local.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Polícia brasileira detém funcionária do Carrefour envolvida na morte de cidadão negro

BrasilSociedade

Família faz queixa na polícia contra escola que tapou foto de aluna negra em publicidade

BrasilSociedade

ONU condena "racismo estrutural" do Brasil após homicídio de homem negro por seguranças brancos

Sociedade

Filmou a morte de George Floyd e vai ser galardoada por mudar "curso da história"

Assine nossa Newsletter