Ministra brasileira Damares Alves tentou impedir aborto de criança de 10 anos -

Ministra brasileira Damares Alves tentou impedir aborto de criança de 10 anos

Enviados da pasta tentaram persuadir conselheiros tutelares e são suspeitos de vazar nome da vítima

Embora tenha mantido silêncio público quanto ao aborto legal realizado pela menina capixaba de dez anos que engravidou após estupro, até sua conclusão, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, agiu nos bastidores para impedir que a criança fosse submetida ao procedimento.

A operação coordenada pela ministra tinha como objetivo transferir a criança de São Mateus (ES), onde vivia, para um hospital em Jacareí (SP), onde aguardaria a evolução da gestação e teria o bebê, apesar do risco para a vida da menina.

Para tanto, Damares enviou à cidade capixaba representantes do ministério e aliados políticos que tentaram retardar a interrupção da gravidez e, em uma série de reuniões, pressionaram os responsáveis por conduzir os procedimentos, inclusive oferecendo benfeitorias ao conselho tutelar local.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
BrasilPolítica

PGR do Brasil investiga se ministra Damares tentou impedir aborto de menina de 10 anos

Assine nossa Newsletter