Facebook tornou-se mercado para venda de peças históricas roubadas por "Indiana Jones" da vida - Plataforma Media

Facebook tornou-se mercado para venda de peças históricas roubadas por “Indiana Jones” da vida

A rede social decidiu proibir a venda de artefactos históricos depois de perceber que estava a ser usada pelos promotores do mercado negro de arte

Empresa anunciou ação após pesquisadores relatarem que tráfico de arte acontece na plataforma.

Em resposta a críticas de que o site havia se tornado um mercado para a venda de antiguidades saqueadas no Oriente Médio, o Facebook anunciou em 23 de junho que removeria qualquer conteúdo que “tente comprar, vender ou comerciar artefatos históricos”.

A decisão surgiu depois que arqueólogos e ativistas que monitoram o comércio ilícito de antiguidades disseram ter identificado pelo menos 200 grupos de Facebook, com quase 2 milhões de membros, que usavam a plataforma a fim de encontrar compradores no mercado ilegal e oferecer tutoriais sobre como escavar e entregar os itens mais procurados.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Related posts
MundoPolítica

Facebook bane empresas controladas pela Junta Militar do Myanmar

MundoSociedade

Facebook desmantela redes de desinformação vinculadas à Covid

Mundo

Facebook elimina política, saúde e religião nos seus anúncios

FuturoLifestyle

Facebook acaba com o seu sistema de reconhecimento facial

Assine nossa Newsletter