O caminho da montanha - Plataforma Media

O caminho da montanha

Dizia Deng Xiaoping, “o Ocidente está sempre tão preocupado com o que não dizemos, que não ouve o que dizemos – e nós fazemos o que dizemos”. A ditadura chinesa tem todas desvantagens que a cultura democrática critica; mas tem esta vantagem; de facto, mal percebida. Como não se sente obrigada a dizer o que não lhe convém, só diz o que vai fazer acontecer. É um aviso à navegação… o grande petroleiro cumpre a sua rota; não guina a cada milha do percurso. Desengane-se quem acha que a Grande Baía é apenas uma narrativa – ou capricho político; engana-se quem não ouve Ho Iat Seng: Hengqin (Ilha da Montanha) é o caminho para a diversificação económica de Macau. 

O plano para a Grande Baía inclui a integração regional de Hong Kong e Macau; o que levanta fantasmas conhecidos – e compreensíveis. Mas também é preciso reconhecer o valor de um conjunto de investimentos que visa dobrar o PIB no Grande Delta do Rio das Pérolas; já hoje responsável por 14 por cento do PIB nacional. E se a porta serve de entrada, também é de saída. É o caminho de Macau para a China; mas como diz o Chefe do Executivo de Macau, é também o caminho da China para o Mundo, por via da cultura de abertura incrustada na pele das regiões autónomas especiais. 

Hengqin, plataforma conceptual do plano, comemora cinco anos de vida (ver páginas 6 e 7), expondo ainda altos e baixos do percurso. Mas já há provas de conceito. Os advogados de Macau que abriram escritório percebem-no bem. Fizeram-no em parceria, ou sociedade, com colegas de Hong Kong e da China. Foram “aconselhados” a isso ao submeteram as licença. Ou seja, ensaia-se um regime jurídico tripartido, mediando a common law, o direito romano e a lei chinesa. É o fator de segurança que o capital procura e o balão de ensaio para uma circulação de bens e pessoas, gradualmente mais livre e isenta de taxas. 

Não é bem assim, dirão os críticos. Com razão – não é bem… mas para lá caminha, dirá quem ouviu Deng Xiaoping, quem ouve Xi Jinping; quem percebe o sentido que isso faz para a China – cada vez mais.

Artigos relacionados
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Grande BaíaMacau

“Hengqin pertence a Zhuhai e Macau”

Assine nossa Newsletter