Novo marco na Área da Grande Baía - Plataforma Media

Novo marco na Área da Grande Baía

O canal de ligação entre Shenzhen e Zhongshan entrou numa fase crucial de construção, com a data de conclusão prevista para 2024. Este é mais um grande projeto na Área da Grande Baía, após a inauguração da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau.
As 11 cidades que integram esta região estão divididas entre as duas margens do Rio das Pérolas. Com a abertura da futura nova ligação, de 24 quilómetros de comprimento, a distância entre as duas ficará ainda mais reduzida.
A cidade de Zhongshan, um dos pontos deste canal, é de extrema importância para a ligação das duas margens. Daí ter sido definida como uma cidade fulcral para a construção da Área da Grande Baía.
De acordo com informação local, a cidade está a acelerar com sucesso o processo de ligação de infraestruturas. Por exemplo, a estação de Zhongshan, na linha ferroviária Cantão-Zhuhai, está agora interligada à linha de comboios de alta-velocidade, que oferece ligação a 30 grandes cidades nacionais. Isto mostra que Zhongshan está já integrada na rede nacional de comboios de alta velocidade, com mais de 3.000 quilómetros construídos. Também o porto da cidade assume um papel importante a nível nacional, ao permitir a chegada direta de navios estrangeiros ao cais de Zhongshan.
Ao longo dos próximos três anos a cidade irá investir 140 mil milhões de RMB na construção de um centro de transportes na margem ocidental do rio. Isso possibilitará chegar ao centro de Cantão e Shenzhen em apenas meia hora, e a qualquer cidade da Área da Grande Baía em apenas uma hora”, partilhou Chen Xudong, secretário do Partido Comunista Chinês em Zhongshan.
De acordo com Yin Ming, diretor do Departamento de Tecnologia e Ciência de Zhongshan, em termos de investigação e inovação tecnológica ainda existe uma grande margem a separar a cidade e outras regiões como Cantão e Hong Kong. No entanto, quando se fala de sucessos em inovação transformativa, especialmente relacionadas com descobertas tecnológicas ligadas à industrialização, Zhongshan tem claras vantagens.
Esta é uma cidade com uma economia em desenvolvimento, parcialmente privada, contando com 38 bases industriais. Entre estas, três zonas industriais possuem equipamentos de produção e informatização no valor de mais de 100 mil milhões de RMB, e cinco com um valor acumulado de 50 mil milhões.
Todos estes fatores representam a base onde assentam os elementos de industrialização e inovação da Área da Grande Baía, e vão ao encontro das medidas que promovem o desenvolvimento e partilha dos pontos fortes de cada região, acrescentou Yin Ming.
Efetivamente, estão a ser desenvolvidos uma série de projetos para esta região em Zhongshan. Por exemplo, no ano passado, foi assinado o “Acordo-Quadro de Cooperação sobre a Construção Conjunta da Zona de Inovação e Tecnologia de Biomedicina entre o Governo da Região Administrativa Especial de Macau e o Governo Popular do Município de Zhongshan”, para promover a cooperação entre as duas regiões nesta área.
Desde então que várias plataformas no domínio da biomedicina têm sido criadas em Zhongshan, como a Plataforma de Inovação pela Universidade de Farmacêutica de Guangdong e a Universidade de Hong Kong, desenvolvendo de forma ainda mais aprofundada a cooperação e integração das três regiões.
Com a constante aplicação de novas medidas para a Área da Grande Baía e o crescimento do nível de atratividade da cidade, cada vez mais jovens empresários de Macau e Hong Kong escolhem Zhongshan para lançar as respetivas empresas.
謝嘉榮 e a equipa são os responsáveis por uma das 22 empresas que beneficiam do espaço de incubação empresarial de Zhongshan. Desde 2017 que ele e um sócio estabeleceram o seu negócio na cidade. Trata-se de uma empresa que se dedica à criação de produtos hospitalares, gestão da entrada e saída de pacientes e melhoria de toda a experiência hospitalar. Neste espaço receberam dois anos de aluguer e outros apoios ao empreendedorismo, sem quaisquer custos.
O próprio considera incrível a velocidade a que a China continental se está a desenvolver, com grandes e variadas oportunidades de mercado e medidas de apoio ao empreendedorismo. Estas vantagens enchem-no de esperança e entusiasmo em relação ao futuro da região.
Agora é extremamente conveniente viajar não só para Macau e Zhongshan, como também para qualquer outra cidade na Grande Baía. E conheço cada vez mais empreendedores de Macau que estão a fazer o mesmo do que eu: escolheram desenvolver-se em Zhongshan e em outras regiões da Área da Grande Baía.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Opinião

O caminho da montanha

Assine nossa Newsletter