Hengqin prepara aposta no turismo internacional - Plataforma Media

Hengqin prepara aposta no turismo internacional

Hengqin deverá entrar na primeira fase da sua transformação numa ilha de turismo internacional no próximo ano, segundo um plano aprovado pelo Conselho de Estado. O objetivo é que até ao ano de 2025 o sector do turismo se assuma como uma das atividades principais da nova zona de desenvolvimento de Zhuhai e que seja promovido o conceito uma “rota turística com múltiplas paragens”, juntamente com Macau e Hong Kong.
Segundo o plano, posteriormente, até ao ano 2035, a Nova Área de Hengin deverá evoluir para um modelo de turismo desenvolvido e de nível internacional, em linha com a Iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” e de mãos dadas com Macau.
O plano revela que este espaço vai ser construído na ilha e sua área marítima circundante, cobrindo um total de 106,46 quilómetros quadrados. Hengqin será a terceira ilha turística internacional na China continental após Hainan e Pingtan em Fujian, e este plano estará integrado num projeto de desenvolvimento da economia de Macau como destino turístico internacional. É também ainda salientado que até ao ano de 2020 os recursos e elementos turísticos de ambas as regiões de Hengqin e Macau serão partilhados e complementados entre si, assim como todos os benefícios relacionados. Será ainda melhorado o sistema de transporte entre Hong Kong e Macau e construído um sistema de administração turística funcional, em articulação com os sucessos já atingidos por esta indústria em Macau.
Segundo o porta-voz da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, Hengqin representa um ponto de extrema importância na cooperação dentro da Área da Grande Baía e na Zona Piloto de Comércio Livre em Guangdong. Desta forma, ao longo do desenvolvimento de medidas relacionadas com esta região, deve ser sempre analisada a coordenação necessária para uma implementação de sucesso das mesmas. Com base nas anteriores políticas da Nova Área de Hengqin e da Zona Piloto de Comércio Livre, serão implementadas medidas aprofundadas em áreas como fiscalização de impostos, investimento e financiamento e promovidas novas medidas de abertura da região e desenvolvimento de recursos humanos.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Opinião

O caminho da montanha

Assine nossa Newsletter