TUNG CHEE-HWA DEFENDE SEGURANÇA NACIONAL EM HK - Plataforma Media

TUNG CHEE-HWA DEFENDE SEGURANÇA NACIONAL EM HK

 

O primeiro chefe do Governo de Hong Kong, Tung Chee-hwa, defendeu que os habitantes da cidade devem deixar de se comportar “como estrangeiros” em relação à China Continental e devem valorizar as leis de segurança nacional.

As declarações de Tung surgiram depois de o deputado Stanley Ng Chau-pei ter sugerido que fossem aplicadas a Hong Kong as apertadas leis de segurança da China.

No entanto, o atual chefe do executivo, CY Leung, já disse que o seu Governo não tem planos para avançar com legislação no âmbito da segurança nacional.

O antigo chefe do executivo, agora com 77 anos, considera ser apenas uma questão de tempo até a cidade começar a alinhavar as suas próprias leis de segurança nacional, como o polémico Artigo 23.º, necessário para aplicar legislação que proíba atos de “traição, sedição, secessão ou subversão”.

“A nossa nação está a começar a fortalecer-se e a sua importância está a crescer na arena internacional. De uma perspetiva de Hong Kong, não podemos agir como estrangeiros. Devemos saber que isto é importante e temos, um dia, de avançar com legislação”, afirmou.

Hong Kong foi palco de protestos no final do ano passado contra o sistema de escolha do chefe do executivo, que prevê uma pré-seleção dos candidatos por Pequim.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter