Início » Como Putin convence jovens a combater. “Ucranianos serviam sangue russo em restaurantes”

Como Putin convence jovens a combater. “Ucranianos serviam sangue russo em restaurantes”

Uma nova disciplina vai ser introduzida para alunos entre os 15 e os 18 anos, no qual é contada uma nova versão da história da Rússia e da invasão da Ucrânia com o objetivo recrutar mais jovens para a guerra na Ucrânia.

“Fundamentos de Segurança e Defesa da Pátria.” Este é nome da nova disciplina introduzida no ensino secundário russo pelo presidente Vladimir Putin, na qual os adolescentes entre os 15 e os 18 anos vão receber uma nova versão da história do país através de ex-soldados como forma de os cativar para se alistarem no Exército para combater na Ucrânia.

Uma vez por semana, em todas as escolas da Rússia e dos territórios ocupados da Ucrânia, os alunos terão uma aula que irá substituir uma outra disciplina que existia há muitos anos e que era designada como “Fundamentos de uma Vida Segura”. Neste momento, há vários ex-soldados que estão a receber cursos gratuitos para poderem tornar-se professores desta nova disciplina escolar.

O livro que vai orientar esta nova área escolar já foi lançado, tem o nome de “Exército Russo em Defesa da Pátria” e foi revelado pela BBC, que esteve presente na apresentação deste manual, durante a qual Olha Plechova, representante da editora, deixou pistas sobre o objetivo da obra: “Não podemos transmitir pontos de vista alternativos aos alunos. Por isso, este livro vai ajudá-los a responder a perguntas e vai oferecer-lhes uma abordagem precisa de determinados eventos.”

Leia mais em Diário de Notícias

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!