Início » Emprego para pessoas de meia-idade e idosas

Emprego para pessoas de meia-idade e idosas

Leong Sun Iok, Federação das Associações dos Operários de Macau

Segundo a “Projeção da População de Macau 2022-2041”, há um envelhecimento rápido da população que vai tornar-se extremo até 2029, acompanhado de uma taxa de natalidade muito baixa até 2029. As lacunas na força laboral estão gradualmente a aumentar e são hoje um entrave ao desenvolvimento. Promover o emprego para pessoas de meia-idade e idosas é uma tendência natural, e o Governo deve realizar estudos e planos de recursos humanos. Deve introduzir ativamente políticas para incentivar as empresas a contratar pessoas de meia-idade e idosas, permitindo que estas contribuam e se apercebam do seu próprio valor.

Atualmente, o Governo tem feito esforços consideráveis em várias áreas do cuidado aos idosos. Com o desenvolvimento da medicina e da tecnologia, existem vários que, mesmo após atingirem a idade de reforma, ainda têm capacidade para trabalhar. Esperam enriquecer a sua vida na reforma ou aliviar o fardo de sustentar os seus filhos. No entanto, frequentemente enfrentam dificuldades no processo de procura por emprego, pois a sociedade tem reticências quanto às suas capacidades. As autoridades carecem de um plano abrangente e, embora haja um aumento nos incentivos fiscais para o emprego de idosos em 2024, apenas beneficiam pessoas com salários mais elevados, podendo não ser eficaz para aqueles com rendimentos abaixo do limite de isenção fiscal.

No que diz respeito ao emprego para pessoas de meia-idade e idosas, recomenda-se que o Governo realize pesquisas sobre as razões para o desemprego desta parte da população, os fatores que influenciam a sua decisão de voltar ao mercado de trabalho e a disposição e considerações de recrutamento das empresas. Isso ajudará a compreender as atitudes sociais, as necessidades e aspirações de emprego, e as considerações tanto do trabalho como da gestão.

A maioria das empresas concentra-se na aptidão física e produtividade das pessoas, sem levar em consideração os seus ativos intangíveis, como a experiência de trabalho e habilidades interpessoais. A China Continental, Hong Kong e Taiwan têm implementado ativamente diversas medidas, como subsídios de reemprego, estabelecimento de plataformas de procura de emprego para idosos e formulação de planos de promoção de emprego para pessoas nesta faixa etária, de modo a promover a sua participação na força de trabalho e proteger os seus direitos ao emprego. É recomendado que o Governo adote medidas para eliminar a discriminação invisível e os estereótipos contra as pessoas de idade no local de trabalho, construir um ambiente laboral amigável e alcançar inclusão intergeracional.

Federação das Associações dos Operários de Macau (faom)

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!