Início Desporto “Festejos efusivos? Não me podia estar mais a cagar para o que as pessoas pensam”

“Festejos efusivos? Não me podia estar mais a cagar para o que as pessoas pensam”

Klopp não teve papas na língua quando questionado sobre a discussão em Inglaterra a respeito da forma como os treinadores celebram as vitórias no final dos jogos. O líder do Liverpool fê-lo de forma efusiva na quarta-feira, Arteta também há umas semanas, quando bateu os reds

Na quarta-feira, o Liverpool venceu o Luton Town por 4-1 e Jurgen Klopp festejou de forma efusiva o triunfo, gerando até algumas críticas em Inglaterra em relação à forma como os treinadores devem ou não festejar as vitórias. Este sábado, foi questionado sobre esse debate, e também recordado sobre a forma como Mikel Arteta, treinador do Arsenal, celebrou quando venceu os reds há algumas semanas – de forma muito idêntica à do alemão. Klopp diz que não quer saber do que as pessoas pensam ou dizem.

“Ouvi falar da discussão acerca da forma como o Mikel Arteta festejou efusivamente a vitória contra nós. Isso não veio de mim, definitivamente [n.d.r explicou que não teve uma atitude provocatória para com o colega de profissão durante aquele jogo]. Cada um faz o que quer or si e pelos seus adeptos. E o que as pessoas pensam sobre isso… não me podia estar mais a cagar, para ser honesto. E podem escrever isso exatamente com estas palavras. Cada um pode celebrar da forma que quer. Eu não inventei os ‘fist-pumps’ [n.d.r Klopp festeja com os adeptos com o punho cerrado e os adeptos respondem com um grito], não tenho os direitos de autor, e nem quero ter. Isto é para nós, quem gosta, gosta; quem não gosta, não gosta”, atirou o técnico na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da final da Taça da Liga inglesa frente ao Chelsea (domingo, 15h00).

Leia mais em O Jogo

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!