Início China China regista deflação pelo quarto mês consecutivo com preços a caírem 0,8%

China regista deflação pelo quarto mês consecutivo com preços a caírem 0,8%

O índice de preços no consumidor (IPC), o principal indicador de inflação da China, caiu 0,8%, em janeiro, em termos homólogos, marcando o quarto mês consecutivo de queda e um novo passo na tendência deflacionista.

Trata-se da maior queda homóloga num só mês do IPC na China desde setembro de 2009 e também da mais longa série de descidas desde esse ano, quando o país registou três trimestres consecutivos de deflação.

A deflação consiste numa queda dos preços ao longo do tempo, por oposição a uma subida (inflação). O fenómeno reflete debilidade no consumo doméstico e investimento e é particularmente gravoso, já que uma queda no preço dos ativos, por norma contraídos com recurso a crédito, gera um desequilíbrio entre o valor dos empréstimos e as garantias bancárias.

O indicador está abaixo das expectativas dos analistas, entre os quais a previsão mais generalizada era de uma descida, mas de 0,5%.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!