Israel disponível para trégua

O movimento islamita palestiniano Hamas advertiu, esta terça-feira, que recusará negociar a libertação de mais reféns enquanto Israel continuar a ofensiva militar na Faixa de Gaza.

por Gonçalo Lopes

“Afirmamos a nossa posição de rejeitar categoricamente a manutenção de qualquer forma de negociações sobre a troca de prisioneiros enquanto a guerra genocida de Israel continuar”, sublinhou o Hamas, em comunicado.

“No entanto, estamos abertos a qualquer iniciativa que contribua para acabar com a agressão contra o nosso povo e abrir as passagens para levar ajuda e alívio aos palestinianos”, acrescentou, referindo-se à entrada de ajuda através das passagens fronteiriças para a Faixa de Gaza.

O presidente de Israel Isaac Herzog indicou, esta terça-feira, que o seu país está preparado para outra trégua que permitiria a libertação de reféns e a entrada de ajuda humanitária adicional no enclave palestiniano, embora tenha salientado que toda a responsabilidade recai sobre o Hamas.

Leia mais em Diário de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!