ESA faz primeira transmissão em direto a partir de Marte

por Gonçalo Lopes

Para comemorar os 20 anos desde o lançamento da missão Mars Express para estudar a atmosfera e o clima de Marte, a sonda vai partilhar novas imagens da superfície marciana a cada 50 segundos.

Segundo a ESA, embora seja uma transmissão ao vivo, as imagens terão um delay de cerca de 18 minutos.

“São 17 minutos para a luz viajar de Marte para a Terra e cerca de um minuto para passar pelos fios e servidores no solo”, detalha a agência.

A Mars Express representa a primeira visita da ESA a outro planeta do sistema solar. A sonda espacial, lançada em 2003, tem a missão de ajudar os cientistas a descobrirem mais sobre a geologia, atmosfera e a superfície de Marte, bem como a possibilidade de existir vida no planeta vermelho.

Leia mais em TSF

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!