Novos projetos verdes com potência para fornecer um milhão de casas - Plataforma Media

Novos projetos verdes com potência para fornecer um milhão de casas

Para este ano está prevista a instalação de 2 GW de energia renovável. O solar vai liderar, mas 2023 deverá ficar marcado pelo arranque das primeiras centrais de hidrogénio verde.

Este ano, deverão nascer em Portugal projetos de energia renovável com um total de nova potência instalada de 2 gigawatts (GW), o suficiente para abastecer cerca de 982 mil habitações. O solar vai continuar a dominar os investimentos, mas a produção de energia elétrica a partir do vento vai ganhar peso, estando previstos projetos de cerca de 200 megawatts (MW). Além disso, 2023 deverá ficar marcado como o ano em que vão começar a funcionar as primeiras unidades de produção de hidrogénio verde, sendo esperada a instalação de pelo menos 100 MW, adiantou ao DN/DV o Ministério do Ambiente.

Depois dos três leilões para o solar – o último realizado no ano passado para centrais flutuantes em albufeiras – a instalação de centros eletroprodutores a partir do sol tem crescido a passos largos. No último ano, a potência instalada de fotovoltaica cresceu 46% para 2,5 GW, o que contribuiu para o aumento da produção renovável a partir do solar em 47%. Um número que representa ainda apenas 5,8% do total de eletricidade em Portugal, mas que tem reforçado a sua importância tendo em conta a atual crise energética e o fecho das centrais a carvão no país.


Nos próximos anos, a tecnologia fotovoltaica vai ganhar ainda mais protagonismo, estando estimada a instalação de cerca de 1,8 GW, quase a totalidade dos 2GW previstos para 2023. Este valor inclui o somatório da potência em projetos com licença de produção atribuída entre junho de 2019 e julho de 2022, mas também as Unidades de Produção para Autoconsumo (UPAC), cuja capacidade instalada no ano passado disparou 130% para 790 MW (0,79 GW), detalhou ao DN/DV a Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN).

Leia mais em: Dinheiro Vivo

Assine nossa Newsletter