Putin rejeita conversações porque EUA não reconhecem anexações - Plataforma Media

Putin rejeita conversações porque EUA não reconhecem anexações

A visita de Estado do presidente francês aos Estados Unidos trouxe dois momentos fora do guião. Sem mostrar arrependimento – “os Estados Unidos não fazem qualquer pedido de desculpas” – , Joe Biden fez uma concessão a Emmanuel Macron e comprometeu-se a que legislação recém-aprovada para estimular as indústrias “verdes” seja revista, uma vez que os incentivos fiscais estão condicionados à produção doméstica.

Também na conferência de imprensa de ambos os líderes, o norte-americano disse estar disponível a reunir-se com Vladimir Putin, desde que este mostre interesse em acabar com a guerra na Ucrânia. Num caso como noutro, todavia, as boas intenções de Biden podem não passar daí. O democrata Ron Wyden, senador responsável pela comissão das Finanças e um dos responsáveis pela legislação debaixo de fogo francês, disse logo que não está interessado em remexer na lei. E o Kremlin rejeitou de forma liminar o cenário proposto pelo presidente dos Estados Unidos.

A presidência russa alegou dois motivos para as conversações entre Putin e Biden não se realizarem. Em primeiro lugar, porque o norte-americano afirmou: “Há uma forma de esta guerra acabar de forma racional: Putin retirar da Ucrânia”. Para o porta-voz Dmitri Peskov, “evidentemente” que Moscovo não vai aceitar esta condição.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
ChinaPolítica

China acusa EUA de uso indiscriminado de força para abater balão chinês

Mundo

'Tempestades intermináveis' deixam 16 mortos na Califórnia

Sociedade

Criança de 6 anos dispara contra professora em sala de aula nos EUA

Mundo

EUA abrem as portas para número restrito de imigrantes e barram ilegais

Assine nossa Newsletter