Início China ONG diz que há esquadras chinesas em Portugal, mas nenhum caso de repatriamento identificado

ONG diz que há esquadras chinesas em Portugal, mas nenhum caso de repatriamento identificado

Marla Melo

A Safeguard Defender, uma ONG, reitera que há três esquadras chinesas a operar em Portugal. Sobre as medidas a tomar depois da divulgação do caso, defende que o parlamento “deve abrir um inquérito” para se inteirar do que se passa no país.

Leia também: Portugal atractivo para investir. China atenta

O diretor da organização não-governamental Safeguard Defenders insiste que em Portugal existem três esquadras informais chinesas e que essa informação tem por base documentos das autoridades chinesas. Segundo essa documentação, em Portugal essas esquadras funcionam em Lisboa, no Porto e na Madeira. Ainda assim, até agora, de acordo com Peter Dahlin, “não há casos específicos identificados em Portugal” de pessoas instadas a regressar à China, não descartando que possam existir.

ONG diz que há esquadras chinesas em Portugal, mas nenhum caso de repatriamento identificado

“Apenas tentamos centrar-nos na informação do governo chinês porque são as evidências mais fortes. Acreditamos que há um enorme número de casos aqui e estamos a tentar identificá-los. Mas é algo que está a acontecer em toda a Europa e temos casos em toda a Europa. Pensar que Portugal está sozinho sem ser atingido é um pouco ingénuo”, acrescenta, em declarações à TSF.

Leia também: Chineses em Portugal manifestam-se contra visita de Pelosi a Taiwan por “Uma Única China”

À margem de um jantar da Iniciativa Liberal, em Coimbra, partido que abordou a questão da alegada existência destas esquadras também em Portugal, Peter Dahlin considera que o desafio é identificar e perceber como elas funcionam.

Leia mais em: TSF

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!