Brasileiros encontram centavos em consulta do Banco Central

por Gonçalo Lopes

Quando o Banco Central anunciou, em janeiro, que liberaria R$ 8 bilhões em valores esquecidos pelos brasileiros, o sistema saiu do ar após a explosão no número de acessos e só voltou a funcionar no mês seguinte.

O suspense se manteve quando a consulta foi liberada novamente, em 14 de fevereiro: não era possível saber o valor, apenas se havia dinheiro a ser recuperado ou não.

Nesta segunda (7), começou a ser liberado o valor que cada pessoa ou empresa tem para transferir. A expectativa é grande, mas, em muitos casos, o dinheiro era pouco e há relatos de quem encontrou apenas centavos esquecidos nos bancos.

Entre os dias 7 e 11 de março, nascidos antes de 1968 podem descobrir quanto têm para retirar e pedir a transferência bancária. Ao fazer a consulta, o sistema informa a data em que o cidadão deve retornar para descobrir o valor e recuperar o dinheiro.

Só na primeira semana de acesso, mais de 100 milhões de brasileiros buscaram saber se tinham dinheiro a receber. Na primeira fase do programa há R$ 4 bilhões para 28 milhões de CPFs e CNPJs.

Teve quem foi pego de surpresa pela informação de que tem algum dinheiro esquecido.

​A consulta aos valores ocorre por fases, dependendo da data de nascimento ou de abertura da empresa, o que aumenta ainda mais a expectativa.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!