“Azuis e brancos” de Luanda abandonam greve - Plataforma Media

“Azuis e brancos” de Luanda abandonam greve

Francisco Paciência, da Associação Nacional dos Taxistas de Angola (ANATA), sublinhou, em conferência de imprensa, com o levantamento da greve, os líderes das associações e os associados suplicam ao diálogo e esperam que, dentro em breve, o Governo Provincial de Luanda atenda os pontos do caderno reivindicativo.

O presidente da ANATA salientou que a paralisação em Luanda contou com mais de 40 mil taxistas, divididos em táxis, frota e singulares, e teve “objectivos unicamente sociais e não políticos, pois, o fim último se resume na valorização e respeito da actividade do serviço de táxi”.

“Estamos aqui à procura de soluções, para podermos dignificar as nossas associações”, lembrou o responsável da ANATA, ao mesmo tempo que rejeita qualquer ligação com os actos de vandalismo ocorridos no Distrito Urbano do Benfica, tendo como resultado a violação das instalações do MPLA e incendiado um autocarro do Ministério da Saúde.

Nesse quadro, notifica a Polícia a apurar responsabilidades e criminalizar os implicados, para responsabilizar os verdadeiros culpados. “Condenamos os acontecimentos do primeiro dia da paralisação, com estradas cortadas, autocarros queimados e funcionários do Ministério da Saúde agredidos”, bem como “a tentativa de linchamento de jornalistas”, de acordo com as três associações representativas dos taxistas (ANATA, ATA e ATL).

O presidente da Associação dos Taxistas de Angola (ATA), Rafael Inácio, lamentou o facto dos associados não terem acesso às políticas públicas do Estado, como inserção na Segurança Social e profissionalização da actividade de táxi. “Precisamos ser enquadrados, porque somos um parceiro do bem e queremos acções concretas e não politizadas”, uma vez que “temos taxistas a exercer a profissão há 25 anos e sentimos uma exclusão nas políticas do Estado e vemos que existem pessoas que não querem ver a nossa actividade organizada”.

Leia mais em Jornal de Angola

Assine nossa Newsletter