Novo livro conta história com mais de 200 anos da guitarra portuguesa

Novo livro conta história com mais de 200 anos da guitarra portuguesa

Acaba de ser lançado, em Portugal, a obra “Guitarra Portuguesa”, de Samuel Lopes, que inclui dois cd com gravações e que “reúne, pela primeira vez, o resumo dos mais de 200 anos de história” deste cordofone nacional, indica a apresentação

Publicada a história de 200 anos da guitarra portuguesa. Para o autor, “a guitarra portuguesa é um instrumento de cordas tradicional português, identificável em qualquer parte do mundo pela sua sonoridade inconfundível”, cuja origem “remonta aos fins do século XVIII, resultado da fusão entre a cítara da Europa Ocidental e a guitarra inglesa”.

Samuel Lopes sublinha que, “apesar de ser o instrumento de eleição no acompanhamento do fado”, é “um instrumento de concerto com repertório próprio”. Construída “com madeiras e materiais nobres”, a guitarra tem 12 cordas de aço “dispostas sem seis pares ou ordens, o cavalete em osso, a caixa-de-ressonância redonda, o pequeno braço com a voluta ornamentada e a cravelha em forma de leque, os embutidos de madrepérola ou os ornamentos na própria madeira”.

Sendo esta a descrição geral da guitarra portuguesa, defende o autor a existência de três tipologias: a do Porto, a de Lisboa e a de Coimbra, sendo “actualmente as mais utilizadas as de Lisboa e Coimbra”.

Visualmente, distinguem-se as tipologias pela voluta, a de Lisboa em forma de caracol e a de Coimbra em forma de lágrima. Quanto ao corpo, a de Coimbra tem a forma de uma pêra e a de Lisboa de uma tangerina, entre outras distinções, como a espessura das cordas e a afinação.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
Lifestyle

Adele chora ao cancelar espetáculos em Las Vegas devido ao Covid

LifestyleMundo

Rapper Kanye West planeia show na Rússia e encontro com Putin

Cultura

Morre Michael Lang, organizador do festival de música de Woodstock

BrasilCultura

Caetano Veloso dá positivo para covid-19

Assine nossa Newsletter