93 mil milhões de dólares de financiamento a nações mais pobres

93 mil milhões de dólares de financiamento a nações mais pobres

O fundo do Banco Mundial que ajuda as nações mais pobres recebeu uma injeção de 93 bilhões de dólares para aumentar o auxílio destinado à recuperação da pandemia e outros programas, anunciou ontem a instituição

O Banco Mundial anuncia reforço do fundo de financiamento a nações mais pobres. “O compromisso generoso de hoje de nossos parceiros é um passo crítico no apoio aos países pobres em seus esforços para se recuperar da crise de covid-19”, disse o presidente do Banco Mundial, David Malpass.

É o maior aporte já feito pela Associação Internacional de Desenvolvimento (AID), que concede subsídios a 74 países, a maioria deles africanos, informou a entidade com sede em Washington.

O pacote inclui US$ 23,5 bilhões em contribuições de 48 países de alta e média renda, bem como financiamentos obtidos nos mercados de capitais e contribuições do próprio Banco Mundial, segundo um comunicado.

O fundo da AID é reabastecido a cada três anos, mas, devido à pandemia, a última injeção de dinheiro foi antecipada em um ano e durará até junho de 2025.

Leia também: Banco Mundial e mais de 20 Chefes de Estado querem mais financiamento para África

O Banco Mundial disse que os fundos ajudarão os países a se preparar melhor para as dificuldades futuras, incluindo pandemias, crises financeiras e desastres naturais.

Embora os fundos ajudem países em todo o mundo, os recursos estão cada vez mais indo para a África, que receberá cerca de 70 por cento do financiamento.

Related posts
AngolaEconomia

Angola cresce 3,1% este ano e 2,8% em 2023

ChinaEconomia

Economia chinesa cresce 8% em 2021 e 5,1% em 2022

AngolaEconomia

Banco Mundial dá 1,5 mil milhões de dólares a Angola até junho

EconomiaTimor-Leste

BM recomenda mudanças na política fiscal de Timor para evitar riscos

Assine nossa Newsletter