HK quer liquidar a empresa do jornal pró-democracia Apple Daily

HK quer liquidar a empresa do jornal pró-democracia Apple Daily

O Governo de Hong Kong pediu a dissolução da empresa holding proprietária do antigo jornal pró-democracia Apple Daily que foi recentemente encerrado, disseram as autoridades na quarta-feira

Este pedido surge no mesmo dia em que a emissora pública da cidade emitiu novas diretrizes para os seus jornalistas.

O Governo apresentou um requerimento judicial para a liquidação da Next Digital Limited (NDL), disse o secretário das finanças de Hong Kong, Paul Chan.

Até junho deste ano, a empresa publicou o Apple Daily, um jornal pró-democracia em Hong Kong, antes das suas contas serem congeladas ao abrigo da Lei de Segurança Nacional imposta por Pequim à antiga colónia britânica.

“O secretário das finanças determinou que seria do interesse público que a NDL fosse dissolvida”, disse o governo numa declaração.

A liberdade de imprensa está sob pressão na região semi-autónoma enquanto Pequim tenta colocar o seu próprio selo autoritário na cidade após os enormes e frequentemente violentos protestos de 2019.

O anúncio da desejada liquidação da NDL veio no mesmo dia em que a emissora estatal, RTHK, publicou um documento de 100 páginas que estabelece novas regras para os seus jornalistas.

Os funcionários da RTHK são solicitados a “preservar a segurança nacional” em todos os relatórios.

“Os programas produzidos e transmitidos por RTHK não devem conter conteúdos que (…) provoquem ou aprofundem o ódio, a discriminação ou a hostilidade contra o Governo central do povo (…) despertem antipatia ou ofendam outros”, diz o documento que a agência noticiosa France-Press (AFP) teve acesso.

As novas regras também advertem os empregados contra o contacto com organizações ou governos estrangeiros. Proíbem descrever a ilha de Taiwan, reivindicada pela China, como um país soberano com as suas próprias relações diplomáticas.

Durante vários meses, as autoridades têm tentado transformar a RTHK, anteriormente independente em termos editoriais, numa ferramenta com um modelo semelhante ao dos meios de comunicação estatais conhecidos na China Continental.

Related posts
EconomiaMacau

Deputados acusam Governo de ignorar vários grupos demográficos

MundoPolítica

Presidente de Peru nomeia ambientalista para chefiar novo gabinete

EconomiaMundo

Cuba aprova primeiras 32 empresas privadas

EconomiaMacau

Ho Iat Seng diz que Governo está a estudar novos apoios às PME

Assine nossa Newsletter