Países lusófonos exportaram menos 7,2% para Macau até abril

Países lusófonos exportaram menos 7,2% para Macau até abril

Os países lusófonos exportaram menos 7,2% para Macau nos primeiros quatro meses do ano, em relação a igual período de 2020, anunciou hoje a Direção de Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC)

Os países lusófonos exportaram para o antigo território administrado por Portugal mercadorias no valor de 221 milhões de patacas (22,6 milhões de euros), de janeiro a abril de 2021, indicou a DSEC em comunicado.

Por outro lado, os países lusófonos importaram produtos no valor de apenas 322 mil patacas (33 mil euros), ainda assim um aumento de 135,2%, disse.

No total, Macau exportou produtos avaliados em 4,52 mil milhões de patacas (463 milhões de euros), um aumento de 24,8%, comparativamente ao período homólogo de 2020.

Já em termos de importações de mercadorias pela região administrativa especial chinesa, o valor foi de 43,43 mil milhões de patacas (4,5 mil milhões de euros), ou mais 116,6%, em termos anuais.

O défice da balança comercial até abril do corrente ano cifrou-se em 38,91 mil milhões de patacas (3,9 mil milhões de euros), face aos 16,4 mil milhões de patacas (1,6 mil milhões de euros) em relação ao período homólogo de 2020.

Nos primeiros quatro meses do ano, o valor total do comércio externo de mercadorias foi de 47,9 mil milhões de patacas (4,9 mil milhões de euros), mais 102,5%, do que o registado no mesmo período de 2020.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter