Human Rights Watch acusa Venezuela de executar civis na fronteira com a Colômbia - Plataforma Media

Human Rights Watch acusa Venezuela de executar civis na fronteira com a Colômbia

A organização Human Rights Watch (HRW) acusou hoje as forças de segurança venezuelanas de realizarem execuções extrajudiciais, detenções arbitrárias e tortura, entre outros “abusos flagrantes” contra a população do Estado de Apure, na fronteira com a Colômbia.

HRW pediu ao Tribunal Penal Internacional (TPI) e à Missão de Investigação de Factos da ONU para realizarem uma investigação à alegada ofensiva contra grupos rebeldes lançada em março pelo Governo do Presidente Nicolás Maduro.

O relatório da organização de direitos humanos norte-americana afirmou que a operação venezuelana “resultou na execução de pelo menos quatro camponeses, detenções arbitrárias, acusação de civis perante tribunais militares e tortura de residentes acusados de colaborar com grupos armados”.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter