Advogados africanos pedem liberdade de Saab em Cabo Verde - Plataforma Media

Advogados africanos pedem liberdade de Saab em Cabo Verde

A Ordem dos Advogados de África, que representa 100 mil profissionais africanos, pediu, ontem, a Cabo Verde para “libertar imediatamente” Alex Saab, considerado pelos Estados Unidos da América (EUA) testa-de-ferro do Presidente Nicolás Maduro, ameaçando pedir sanções internacionais ao arquipélago.

Em comunicado a que a Lusa teve acesso, a organização, fundada em 1971 e com sede na Nigéria, classifica a situação que envolve o empresário colombiano Alex Saab, detido em Cabo Verde desde Junho de 2020, quando viajava com passaporte diplomático venezuelano, enquanto “defensores e guardiães do Estado de direito” na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e no continente africano, como “embaraçosa”, por “violar” o direito internacional, dado que possui “imunidade e inviolabilidade” devido ao seu estatuto de “enviado especial” do Governo da Venezuela.

Leia mais em Jornal de Angola

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
Cabo VerdePolítica

Venezuela saúda decisão do tribunal da CEDEAO e pede a Cabo Verde que liberte Alex Saab

Cabo VerdeMundo

Venezuela: Oposição denuncia que defesa de Alex Saab custou 143 milhões de euros

Cabo VerdeMundo

Venezuela: Oposição diz que Saab será extraditado para os EUA

Cabo VerdeMundo

Venezuela: Defesa escreve ao PR de Cabo Verde a pedir libertação de Alex Saab

Assine nossa Newsletter