Câmara articula acordo político após decisão unânime do STF por prisão de deputado bolsonarista - Plataforma Media

Câmara articula acordo político após decisão unânime do STF por prisão de deputado bolsonarista

Em tentativa de aceno à corte, Arthur Lira estuda punição a deputado bolsonarista, mas aliados temem precedente

Após o STF (Supremo Tribunal Federal) referendar por unanimidade a decisão do ministro Alexandre de Moraes que determinou a prisão em flagrante de Daniel Silveira (PSL-RJ), a Câmara passou a quarta-feira (17) em articulações para derrubar a medida. Mas, em uma tentativa de aceno à corte, estuda aplicar uma punição ao deputado bolsonarista.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), tentava costurar um acordo com os partidos e com integrantes do STF no sentido de revogar a prisão, considerada um precedente perigoso aos olhos dos parlamentares, mas assegurando um rito acelerado para suspender ou até cassar o mandato de Silveira.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Em dia de recorde de mortes por Covid-19 no Brasil, Bolsonaro fala contra uso de máscaras

Brasil

Brasil completa um ano do primeiro caso de coronavírus na contramão do mundo

BrasilPolítica

Tribunal dá 5 dias para Bolsonaro explicar decretos que ampliam acesso a armas

BrasilPolítica

Intervenção de Bolsonaro na Petrobras afugenta investidores estrangeiros

Assine nossa Newsletter