Tribunal de HK nega libertação sob fiança ao empresário do setor dos ‘media’ Jimmy Lai

Tribunal de HK nega libertação sob fiança ao empresário do setor dos ‘media’ Jimmy Lai

Um tribunal de Hong Kong negou hoje a libertação, sob fiança, do crítico do Governo e empresário do sector dos ‘media’ Jimmy Lai, que enfrenta acusações ao abrigo da nova lei de segurança nacional

A decisão do Tribunal de Última Instância acontece num momento marcado pela forte pressão do Governo chinês e dos meios de comunicação social estatais para manter Lai sob custódia, argumentando que os crimes contra o Estado são particularmente graves e que possui os meios para fugir da cidade semi-autónoma do sul da China.

Lai, de 72 anos, foi detido numa série de buscas em Dezembro que teve como alvo ativistas pró-democracia acusados de envolvimento nos protestos anti-governamentais de 2019.

Após uma primeira recusa do tribunal, Lai foi mais tarde libertado após recurso, o que resultou em editoriais que atacaram o poder judicial de Hong Kong nas páginas do jornal Diário do Povo do Partido Comunista no poder. Acabou por regressar à prisão na véspera do Ano Novo, antes de uma nova audiência.

Leia mais em Hoje Macau

Artigos relacionados
Mundo

Fuga em prisão do Haiti deixa 25 mortos e 400 foragidos (oficial)

ChinaPolítica

Magnata pró-democracia Jimmy Lai desafia lei de segurança nacional em Hong Kong

AngolaSociedade

Diretor de prisão em Angola acusado de promover festas e prostituição

Política

Magnata pró-democracia de Hong Kong retorna à prisão antes de julgamento

Assine nossa Newsletter