Autarquias brasileiras aconselhadas a usar agulha mais fina para poupar vacina - Plataforma Media

Autarquias brasileiras aconselhadas a usar agulha mais fina para poupar vacina

Desperdício pode ser evitado em momento de escassez

O Instituto Butantan está aconselhando as prefeituras a usarem, se possível, agulhas de 1 milímetro para a aplicação da Coronavac, em vez das de 3 milímetros.

CADA GOTA 2 

Em época de escassez absoluta do imunizante, as agulhas mais finas podem evitar a perda de vacina na hora da picada.

CADA GOTA 3 

Um frasco com dez doses, como os que passarão a ser disponibilizados, poderia, com isso, render até 12 doses. A Coronavac, desenvolvida pela chinesa Sinovac, será fabricada, no Brasil, pelo instituto paulista.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
SociedadeTimor-Leste

Governo timorense aprova plano de vacinas, primeiras doses chegam no final março

EconomiaMundo

Falta de vacinas em África ameaça a recuperação económica mundial

MundoSociedade

Mais países africanos recebem primeiras doses de imunizantes

MacauSociedade

Administradas primeiras vacinas da BioNtech

Assine nossa Newsletter