Brasileiro revela como salvou Xanana Gusmão, líder da independência de Timor-Leste - Plataforma Media

Brasileiro revela como salvou Xanana Gusmão, líder da independência de Timor-Leste

O mercado de Díli estava lotado quando a mão de um homem com uma faca avançou em direção de Xanana Gusmão, o líder da independência de Timor-Leste. Quarto dan em caratê, o cabo Marcelino José Conceição deteve o golpe com a mão, desarmando o agressor. Enquanto a faca caía no chão e o terrorista fugia em meio à confusão, um dos homens da escolta apanhou o líder pela calça com uma das mãos e com a outra empurrou suas costas, guiando-o através da multidão.

O chefe da escolta, o então tenente Fabiano Augusto Cunha da Silva, reuniu seus dez homens e saiu com Xanana nos três carros da comitiva. Foram para Aileu, cidade a 1,2 mil metros de altitude, nas montanhas que dividem a ilha entre a parte indonésia e a que se tornara independente com o referendo de 1999. O agressor escapou. “Não havia como garantir a segurança de Xanana e deter o homem ao mesmo tempo”, conta o hoje coronel Fabiano.

A facada que podia ter mudado o destino do país de língua portuguesa foi um dos primeiros episódios da experiência timorense do coronel. Quinze dias antes, ele escapara do cerco das forças da Falintil, a guerrilha liderada por Xanana, em um dos fatos mais dramáticos do período da libertação do país.

Leia mais em IstoÉ.

Related posts
LusofoniaTimor-Leste

Língua portuguesa teve papel importante na união dos timorenses

PolíticaTimor-Leste

Xanana Gusmão dorme à frente de centro de isolamento, depois de horas de protesto

PolíticaTimor-Leste

Xanana Gusmão insiste que quer ser arguido em queixa apresentada por Mari Alkatiri

PolíticaTimor-Leste

Responsáveis timorenses preocupados com comportamento de Xanana

Assine nossa Newsletter