PM ameaçou colega com arma por causa de atraso na volta do almoço, diz defesa - Plataforma Media

PM ameaçou colega com arma por causa de atraso na volta do almoço, diz defesa

Soldado que encostou sua arma na cara de um cabo, no centro de São Paulo, passa por tratamento psicológico, segundo seu advogado.

Cerca de 25 minutos de atraso para o retorno do almoço motivaram o desentendimento que resultou em ameaças feitas por um soldado armado da Polícia Militar, contra um cabo, na tarde de sexta-feira (4), em frente a uma multidão no centro da capital paulista. A afirmação é do advogado de defesa Fabrício Bennaton, em entrevista exclusiva ao Agora nesta segunda-feira (7).

O defensor afirmou que o soldado, de 34 anos, passa por dificuldades pessoais e financeiras. O PM, segundo o advogado, está fazendo tratamento psicológico para lidar com estresse e problemas emocionais. O policial está preso, por tempo indeterminado.

Questionada, a Polícia Militar não explicou qual o motivo do desentendimento entre os dois PMs.

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Motorista de autocarro acidentado no Brasil terá saltado antes da tragédia e fugiu

PortugalSociedade

Morte no aeroporto de Lisboa levanta debate sobre tratamento a imigrantes em Portugal

BrasilSociedade

Queda de autocarro de viaduto no Brasil provoca 17 mortes

BrasilSociedade

Polícia detém funcionária do Carrefour envolvida na morte de cidadão negro

Assine nossa Newsletter