Falsificadores de testes covid-19 presos em Cabinda - Plataforma Media

Falsificadores de testes covid-19 presos em Cabinda

Quatro homens foram detidos pela falsificação e venda de testes negativos de covid-19 em Cabassango, arredores da cidade de Cabinda. O Serviço de Investigação Criminal (SIC) foi avisado por populares desta prática.

O grupo composto por três angolanos e um vietnamita vendiam os testes por três mil kwanzas (cerca de 4 euros).

Um dos autores do crime, José Sumbo, explicou que falsificou dois testes com o uso de um computador e um scanner.

Os falsos resultados de testes eram a cidadãos que não quisessem fazer testes rápidos nas instituições oficializadas pelas autoridades sanitárias antes de viajar para outra província.

José Sumbo avançou ainda que tudo era feita no estabelecimento comercial de José Conde vocacionado para serviços de impressão de fotografias, fotocópias de documentos, plastificação de documentos.

Por seu turno, o porta-voz do SIC em Cabinda, Rodrigues Ambrósio, disse que, embora seja o primeiro caso,  é um acto bastante preocupante, quando se assiste, nos últimos dias, a um aumento diário de casos de Covid-19 na província, em especial no município de Cabinda.

Nos últimos dias, a província de Cabinda está a registar um aumento de casos positivos de Covid-19 com vínculos epidemiológicos desconhecidos.

A província tem 427 casos positivos, com 256 activos, 91 recuperados e 12 óbitos.

Related posts
MacauSociedade

COVID-19: Teste deixa de ser exigido à entrada dos casinos

AngolaPolítica

Ativista de Cabinda libertado após sete meses diz que detenções são recorrentes

AngolaPolítica

Deputados em Angola autorizaram construção de refinaria em Cabinda

PortugalSociedade

Covid-19: Testes a cada 14 dias em locais sob pressão a partir de hoje

Assine nossa Newsletter