Costa negoceia plano B para fazer a ponte até virem subvenções da UE

Costa negoceia plano B para fazer a ponte até virem subvenções da UE

OE2021 conta apenas com 500 milhões de euros a fundo perdido para a recuperação. Pacote pode chegar tarde demais. Comissão tenta acelerar pagamento e pode triplicar valor.

O governo português e a Comissão Europeia (CE) estão a preparar um plano B para que não falte dinheiro relativo às subvenções europeias de resposta à pandemia, os subsídios a fundo perdido do Mecanismo de Recuperação e Resiliência (MRR), que é de onde virá o dinheiro para gastar no plano nacional do mesmo nome.

A Comissão chama-lhe “pré-financiamento” das futuras subvenções (que estão por aprovar e podem tardar), permitindo assim que Portugal receba em 2021 e sem grandes burocracias cerca de 1.425 milhões de euros do pacote europeu de resposta aos efeitos da covid-19 na economia.

O governo português foi dos primeiros e dos poucos (até agora) a enviar a sua proposta de plano de recuperação: a forma como pretende gastar os cerca de 13 mil milhões de euros (quase 14 mil milhões a preços correntes) previstos para o período de 2021 a 2023 das novas subvenções europeias.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Costa admite estado de emergência em Portugal até ao fim da pandemia

PortugalSociedade

Da circulação ao teletrabalho. Restrições em vigor à meia-noite

PortugalSociedade

Portugal volta a ter mais de 40 mortos por covid-19

PolíticaPortugal

Costa quer declarar estado de emergência de forma "preventiva"

Assine nossa Newsletter