Xixia: indústria de cogumelos rumo ao mercado mundial - Plataforma Media

Xixia: indústria de cogumelos rumo ao mercado mundial

O concelho de Xixia, na província de Henan, China, está encastrado nas montanhas Funiu e rodeado por uma série de localidades pobres. Uma das soluções mais eficazes para ultrapassar o problema da pobreza tem sido a produção de cogumelos.

Desde a maior base de produção uniformizada do país até aos dos na produção de cogumelos, quase 200 mil pessoas. Muitos ainda se lembram de quando alguns cogumelos se apoderavam de toda a base do tronco da árvore, “e quantas mais arvores se deitavam abai- xo, maiores eram os problemas de erosão do solo.”

Enfrentando grandes desafios ecológicos, entre 1997 e 2015, o concelho explorou algumas soluções como proibir o desmatamento e trazer cogumelos de áreas florestais mais ricas. Por outro lado, os produtores foram também incentivados a ser mais eficientes na produção e a utilizar mais recursos científicos e tecnológicos, es- tendendo a cadeia de produção até relações comerciais de maior valor acrescentado.

Muitos produtores de cogumelos tornaram-se vendedores e Xixia criou assim o maior mer- cado de venda deste produto no país.

Ao entrar no maior mercado de cogumelos do país, na aldeia de Shuanglong, é impossível ficar indiferente ao aroma. Nesta localidade, com apenas mil habitantes, existem mais de 400 lojas de venda de cogumelos, e cerca de 300 vendedores vin- dos do exterior da aldeia. No total estão envolvidas mais de 5.000 pessoas ao longo do ano na produção, avaliação e venda. Anualmente são vendidos um total de 3,6 milhões de quilos, com uma receita de mais de 1,4 mil milhões de renmimbis. “Um quilo de cogumelos pode ser vendido a 28 dólares norte- americanos no estrangeiro”, diz

Jin Dongliang, fundador da Baijunyuan e um dos primeiros comerciantes de cogumelos no concelho. Começou como comprador e vendedor e depois de expandir a sua rede de mercado até ao estrangeiro, regressou à terra natal onde criou uma empresa de investigação, produção, processamento e venda de cogumelos, a Baijunyuan. Passou de simples vendedor a empresário.

Em 2016 criou uma base de comércio online na empresa. “Até ao momento já criãmos 20 lojas online e 200 contas de comerciantes no Taobao, assim como 30 lojas independentes com vendas anuais de mais de 10 milhões de renmimbis”, assinala Jin Dongliang.

Agora, empreendedores como este que cresceram na indústria de produção de cogumelos tornaram-se num dos recursos mais valiosos do concelho. De acordo com dados estatísticos, até ao ano de 2019 existiam mais de 300 empresas de processa- mento e exportação de cogumelos no concelho, com uma receita total de mais de 20 mil milhões de renmimbis e um rendimento externo de mais de 1,3 mil milhões de dólares, crescendo 424 vezes o valor no espaço de 15 anos.

A produção de cogumelos em três fases continua a crescer nas montanhas Funiu.

De acordo com a informação disponível, para dar prioridade à exportação e construção de um poder de influência a nível internacional dos cogumelos de Xixia, no primeiro dia do ano o primeiro comboio nacional de exportação de produtos agrícolas “Linha Especial Expresso Xixia Shitake Tiehai (Europa Central)” partiu em direção ao continente europeu.

Foi também criado o “Grupo de Cogumelos Xixia” para desenvolver os planos de ex- pansão no mercado internacional, e por último, a sucursal em Xixia do Instituto de Ciência Agrícola de Henan, especializada em cogumelos, vai entrar em atividade no próximo ano.

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter