Menina desapareceu em aterro do lixo onde trabalhava. Há 4 milhões de indianos a catar o lixo - Plataforma Media

Menina desapareceu em aterro do lixo onde trabalhava. Há 4 milhões de indianos a catar o lixo

Uma menina de 12 anos está soterrada há quase dois dias sob o lixo após um desabamento num grande aterro onde trabalhava, no oeste da Índia. Dos quatro milhões de indianos que catam o lixo, grande parte são crianças

As equipes de resgate continuam procurando, nesta segunda-feira (28), por uma menina de 12 anos soterrada há quase dois dias sob o lixo após um desabamento em um grande aterro no oeste da Índia.

Neha Vasava e um menino de seis anos estavam recolhendo plástico e metal de uma pilha de lixo de entre 25 e 30 metros de altura no aterro sanitário de Pirana, em Ahmedabad, quando parte do monte desabou sobre eles no sábado à noite.

Cerca de quatro milhões de indianos, muitos deles crianças, trabalham em condições perigosas e insalubres nos aterros de lixo para recolher diversos materiais para vender.

“O menino também ficou soterrado no lixo, mas sua cabeça estava visível e os moradores do local conseguiram salvá-lo”, disse à AFP o chefe dos bombeiros MP Mistry. “Nossas operações continuarão até que a encontremos”, afirmou.

Leia mais em ISTOÉ

Este artigo está disponível em: English

Related posts
ChinaMundo

China salienta apoio à Índia, após publicação polémica em conta oficial

MundoSociedade

Austrália reavalia ameaça de prisão contra viajantes procedentes da Índia

MundoSociedade

Covid-19: Indianos desesperados com devastadora segunda vaga da pandemia

MundoPortugal

Sem oxigénio, Índia pede ajuda ao mundo. Portugal apoia através de mecanismo europeu

Assine nossa Newsletter