Como o Brasil está a ajudar a China na corrida pela vacina - Plataforma Media

Como o Brasil está a ajudar a China na corrida pela vacina

A China escolheu o Brasil como um dos parceiros na produção da vacina. Mas por quê?

O BandNews TV teve acesso exclusivo às instalações do laboratório chinês Sinovac/BioNTech, que está na liderança da corrida por uma vacina contra o coronavírus. A farmacêutica produz a Coronavac, uma das quatro vacinas chinesas, que já estão na última fase de testes contra a Covid-19.

Em entrevista, o CEO do Sinovac/BioNTech, Yin Weidong, disse que um dos motivos que fez a empresa optar pelo Brasil foi a gravidade com que o país foi atingido – já são mais de 4,7 milhões casos, e o número de mortos já ultrapassou a marca de 140 mil.

Segundo Weidong, é possível que os testes sejam encerrados em dezembro, para em seguida a vacina ser distribuída à população.

“Segundo as informações da parte brasileira, está concluída a vacinação dos voluntários, e o recolhimentos dos dados está previsto para novembro ou dezembro. Caso os dados recolhidos correspondam aos exigidos pelos órgãos supervisores do Brasil e da China, será possível colocar o produto no mercado. O final do ano é uma estimativa otimista”, disse Weidong. 

Leia mais em Band

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
BrasilChina

Bolsonaro desmente ministro da Saúde e diz que Brasil não vai comprar vacina da China

ChinaSociedade

China testou vacinas em 60 mil pessoas "sem efeitos adversos sérios"

MundoSociedade

Investigadores britânicos querem infetar jovens saudáveis para encontrar vacina

BrasilPolítica

Vacina contra Covid “não será obrigatória e ponto final”, diz Bolsonaro

Assine nossa Newsletter